Startup lança “WhatsApp B2B” para agilizar negócios entre empresas

Startup lança “WhatsApp B2B” para agilizar negócios entre empresas

Com a maior parte da força de trabalho operando de forma remota devido à pandemia, diversas empresas que vendem seus produtos e serviços para outras companhias (as marcas B2B) estão encontrando mais obstáculos para fechar negociações. Para apoiar as organizações neste período crucial, a startup brasileira Ramper lançou o mensageiro corporatico “Conectar”.

A ferramenta permite às empresas realizarem a prospecção via e-mail e saber a hora correta de realizar uma ligação, além de trazer a possibilidade dos possíveis clientes escolherem o momento ideal para entrar em contato por uma espécie de “WhatsApp do B2B”.

“Boa parte dos profissionais prospectados consideram o WhatsApp impessoal para tratar de vendas corporativas. Já do lado da empresa, o app prejudica a visibilidade do negócio aos gestores, pois as informações ficam centralizadas na mão dos vendedores. Com a função ‘Conectar’, a liderança consegue acompanhar em tempo real o andamento de todas as negociações”, explica Ricardo Corrêa, CEO da startup.

ramper conectar

Novo serviço vai facilitar os negócios durante a pandemia e o trabalho remoto

Ainda segundo o empreendedor, o grande diferencial do produto envolve a “janela de conversação”, que tem funcionamento semelhante ao WhatsApp e possibilita que vendedor e o prospectado se conectem e conversem. “A vantagem da ferramenta é a possibilidade do profissional atender mais de um lead ao mesmo tempo, um fator inviável pelo telefone. No futuro próximo, a ideia também é incluir uma integração que permita reuniões por videoconferência dentro da própria plataforma”, complementa.

De acordo com o CEO da Ramper, a expectativa é de que cerca de 1.000 empresas brasileiras passem a utilizar as funcionalidades até o final do ano. “Ambas as soluções são eficazes sobretudo porque o vendedor deixa de fazer o cold call, uma tarefa puramente operacional, nada estratégica e que só irrita os clientes, além de aumentar as taxas de conversão e receita das companhias em questão” conclui.

Via: Tecmundo

Compartilhe isto!